Total de visualizações de página

sábado, 13 de janeiro de 2018

Apartheid e Apartheid social

Apartheid é uma palavra do idioma africânder que significa separação. Foi o nome dado ao sistema político que esteve em vigor na África do Sul e que exigia a segregação racial.
O Apartheid foi um sistema de segregação da população negra, que vigorou entre 1948 e 1994, comandado pela minoria branca na África do Sul. A política racista do apartheid, pretendia impedir todo o relacionamento entre os indivíduos de "raças" diferentes e submeter a maioria da população a uma reduzida minoria caucasiana.



A expressão apartheid social indica uma situação em que pessoas de diferentes classes sociais são rejeitadas e discriminadas, não tendo as mesmas oportunidades que as outras pessoas.
Assim, alguns grupos sociais são desfavorecidos, não tendo acesso a condições satisfatórias de educação, saneamento básico, saúde, transporte e moradia.


 
Encravada ao lado do Morumbi, um dos bairros mais nobres de São Paulo, na zona sul, Paraisópolis é a segunda maior favela da capital paulista em termos habitacionais (tem cerca de 100.000 habitantes) e certamente a mais famosa do Estado —mesmo antes de estar diariamente na televisão dos brasileiros, com a novela I Love Paraisópolis (TV Globo), em 2015. Vizinha de mansões e prédios de luxo do Morumbi, e um dos símbolos da desigualdade da cidade, sempre foi valorizada, sobretudo pela proximidade com áreas como a Berrini e a Juscelino Kubitschek, onde multinacionais têm sede. Embora especialistas não sejam unânimes em apontar para a gentrificação da região, ouve-se pelas ruas uma queixa frequente: ficou mais caro morar por lá. Agora, seus moradores pretendem aproveitar o efeito novela para reivindicar que as melhorias no bairro alcancem o ritmo do aumento do custo de vida.
Um barraco com um quarto/sala, uma cozinha e um banheiro não sai por menos de 400 reais mensais, mas frequentemente esse valor chega a 600 reais. Há reclamações principalmente pela alta dos preços dos aluguéis, ainda que área sofra com uma série de problemas comuns às favelas brasileiras: faltam obras de saneamento básico, infraestrutura e moradias populares; os alagamentos e incêndios são frequentes; a segurança é débil e o acesso ao transporte público não é dos melhores.



 No carnaval de Salvador, aqueles que podem pagar para seguir o trio elétrico e participar da festa são isolados por uma corda, segregando aqueles que não podem pagar, a maioria composta por negros. 



Regionalização do Estado de SP

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Entenda as divisões do Estado:
produtos.seade.gov.br/produtos/divpolitica/

Distribuição da população mundial em porcentagem

A imagem pode conter: texto

Distribuição da população mundial em porcentagem:

Ásia: 4,1 bilhões de habitantes, que representam 59,6% da população mundial.
América: 934,3 milhões de habitantes, que respondem por 13,3% do total da população.
África: 1,031 bilhão de habitantes, que correspondem a 16,6% da população mundial.▪️
Europa: 749,6 milhões de habitantes, que representam 9,9% do total da população do planeta.
▪️Oceania: 37,1 milhões de habitantes, que respondem por 0,6% do contingente populacional mundial.

Renda mensal das famílias no Brasil

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Se a sua família ganha mais do que R$2.034 por mês, vocês são mais ricos do que 66% da população brasileira. 

Se sua família ganha mais do que R$3.390 por mês, vocês estão entre os 9% mais ricos (ou menos pobres) do país.

Qual déspota é o maior ridículo?

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10209563477918565&set=a.1533512232514.61007.1676054303&type=3&theater



Donald Trump ou Kim Jong-un?

Parecem duas crianças mimadas com armas atômicas.