Total de visualizações de página

terça-feira, 9 de abril de 2013

Artesanato, Manufatura e Indústria

   A burguesia no feudalismo era comerciante e não detinha o poder político na sociedade. Esta precisava acumular capitais para acabar com a sociedade feudal. Ela acumulará capitais com a Grande Navegação e com o comercio de produtos.
    Neste período, estes produtos eram produzidos pela prática do artesanato.

> Artesanato (primeira forma de produção):
-          ausência de divisão do trabalho;
-          trabalho manual e individualizado;
-          instrumentos de trabalho simples que pertenciam ao próprio trabalhador;
-          Os preços dos produtos são altos, porque temos pequena produção, menos produtos em um intervalo de tempo grande. (Produção demorada);
-   Pela pouca produção, a burguesia achava ruim o artesanato, não sendo viável para seus interesses econômicos e políticos.

 

>Manufatura (Europa, século XVI):

-      máquinas simples e manuais;
-          pequena divisão de trabalho;
-          aumento da produção (Produção em menos tempo);
-   Com a Manufatura, a burguesia conseguirá ter mais produtos em menos tempo, mas ela queria ter mais produtos pra vender no seu comercio, queria acumular mais capital.









> Indústria (Manchester, Inglaterra, século XVIII):
-          grande mecanização, com trabalhador servindo como ferramenta, servindo à máquina;
-          trabalho assalariado, processo de mais-valia com lucro para o patrão;
-          grande divisão do trabalho, com especialização/organização/disciplina;
-          produção em larga escala e em série;
-     alienação do trabalho: onde o trabalhador não tinha o controle sobre o processo e as condições do trabalho;
-          Os preços dos produtos são baixos, porque temos grande produção, mais produtos em um intervalo de tempo menor. (Produção em um curtíssimo espaço de tempo).





9 comentários: