Total de visualizações de página

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Aula sobre Ciclo Hidrológico, Chuva e Nuvem



1- O ciclo hidrológico inicia-se com a evaporação (mudança de estado de líquido para gás ou vapor) das superfícies líquidas do planeta (ou dos solos úmidos e dos seres vivos) que formarão as nuvens. Numa segunda etapa, ocorrerá a condensação desta água (mudança do estado gasoso para líquido) e também a sublimação (do gasoso para o sólido). Na terceira etapa, esta água retornará às superfícies líquidas do planeta (oceanos, lagos, pântanos) ou mesmo para o solo úmido e seres vivos (fauna e flora) e continuará este ciclo importantíssimo.
2- Este ciclo da água é imprescindível para que haja disponibilidade de água e para a existência de vida no planeta Terra. Quando este ciclo for rompido, haverá um desequilíbrio na oferta de água que terá conseqüências para as dinâmicas naturais (no clima, no solo, na biodiversidade e para as sociedades).
3- Assorear ou canalizar um rio pode significar um rompimento ou um prejuízo do ciclo hidrológico, pois este rio é essencial neste ciclo, proporcionando água para evaporação. As conseqüências disso poderão ser a diminuição das precipitações, a piora da umidade relativa do ar, prejuízos para a prática agropecuária, etc. O rio também é importante para que se despolua e purifique a água, pois a água poluída vai perdendo seus poluentes nas quedas d’água e com as rochas do leito dos rios. Os mangues também são importantes porque fazem uma filtração da água, removendo vários produtos químicos e elementos potencialmente tóxicos (metais pesados, tais como o cádmio e o chumbo), além de ser um manancial de biodiversidade. Se o ser humano polui e assoreia um rio ou acaba com um mangue, ele estará rompendo o ciclo hidrológico e prejudicando o ambiente (todos os seres vivos do planeta, incluindo o ser humano). O Brasil polui bastante suas águas subterrâneas ou emersas, como, por exemplo, no depósito incorreto ou clandestino de resíduos sólidos (lixões), na inexistência de saneamento básico, no despejo ilegal de esgoto doméstico ou industrial, no uso de fertilizantes e agrotóxicos (herbicidas, inseticidas, fungicidas etc.) pela agricultura, na exploração de petróleo, na extração de minérios, etc. Esta poluição das águas no Brasil é altamente danoso para o meio ambiente e para os brasileiros, pois diminui a oferta de água potável e atrapalha o ciclo hidrológico.
4- NUVENS = são aglomerações de partículas de água (líquidas e ou sólidas) e núcleos de condensação/higroscópios (sal, pólens, fuligem, material particulado) que estão em suspensão na atmosfera. Esta ocorrerá com a alta umidade relativa, a condensação (estado de vapor – estado líquido) e a sublimação (vapor – sólido). Existem vários tipos de nuvens.
5- CHUVA = É a precipitação sob a forma líquida e sólida (granizo). Podem ser de origem convectiva, frontais (ciclonais) ou orográficas. Animação interessante sobre os 3 tipos de chuva: http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/chuvas.swf

Chuvas orográficas = originada quando uma massa de ar úmido que se desloca, encontra uma barreira topográfica (serra, montanha, etc) e é forçada a elevar-se, ocorrendo queda de temperatura seguida da condensação do vapor d’água e formação de nuvens. Chuvas orográficas apresentam pequena intensidade, e longa duração. Veja abaixo um esquema de como ocorrem:
Chuvas ciclônicas ou Frontais = ocorrem no encontro de massas de ar de características distintas (ar quente + ar frio). São caracterizadas por, serem contínuas, apresentarem intensidade baixa a moderada e abrangem grande área. Abaixo seguem as maneiras com que as frentes quentes e frentes frias se distribuem, originando a precipitação (chuva).
Chuvas convectivas = são chuvas causadas pelo movimento de massas de ar mais quentes que sobem e condensam. As chuvas convectivas ocorrem principalmente, devido à diferença de temperatura nas em camadas próximas da atmosfera terrestre. São caracterizadas por serem de curta duração porém de alta intensidade e abrangem pequenas áreas.






Bibliografia de sites:
http://www.infoescola.com/meteorologia/tipos-de-chuvas/
http://www.ideiasnacaixa.com/laboratoriovirtual/chuvas.swf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário